CRUZEIRO PEDE EMPRÉSTIMO A BANCOS

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Por mais que a maior parte da imprensa omissa insista em não tocar no assunto, este blog e pelo menos um jornalista-Bruno Furtado-,não vão deixar passar em brancas nuvens.

O tempo das vacas gordas passou no Cruzeiro.

O fato de não ter feito nenhuma venda para o exterior na janela de transferência para a Europa, que se encerrou esta semana, complicou os cofres estrelados.

A diretoria admite que vai ter que recorrer a empréstimos bancários e antecipação da cota de TV do ano que vem para manter os salários em dia.

Caso contrário, a gestão Perrela não vai conseguir cumprir o que é sua e de todos os patrões-obrigação.

Coisa que eles dizem nunca ter acontecido em 15 anos de "posse" do Clube.

Já escrevi aqui várias vezes que o torcedor precisa acordar.

Fica achando que a entidade até hoje tem o dinheiro das vendas de Fábio Júnior, Alex Alves, João Carlos...

Ou mais recentemente de Wágner, Ramíres, Kléber...

Se tiver é o mínimo. Se não, a situação não estaria como hoje.

Lógico que o Clube tem suas despesas mensais: folha de pagamento
(R$ 1,7 milhão/mês),contratações, sedes administrativa e campestres.

Mas, quase nada foi feito para preparar o Cruzeiro para este momento.

Inter, Santos,Fluminense, São Paulo e Corinthians estão muito a frente dos mineiros.

Investem na base, formam parcerias para contratações de peso e programas de inclusão do torcedor para a geração de receitas.

Na verdade, o Cruzeiro se tornou apenas uma banca de negócios nos últimos anos.

É só comprar e vender alguma possível promessa e negociar.

Ou buscar em times menores para depois renegociar. Casos de Ramíres(Joinville) e Wágner(América).

Acrescento:não revela ninguèm das categorias de base.

Guilherme que seria o mais promissor e foi apara Rússia, na verdade, já veio para a categoria juvenil chegado do Real da Bahia.

Nenhum foi formado mesmo aqui.

Os tais parceiros só aparecem quando uma venda é anunciada e a cota de porcentagem deles em algum jogador é divulgada.

De vez em quando aparece um Montiilo que esses parceiros ajudam a trazer e só.

Completo:

O Cruzeiro Esporte Clube se tornou palanque político do atual presidente e palco de exercício da sua vaidade.

A torcida parece que não enxerga e a banda podre da imprensa não toca no assunto.

Título importante não se conquista desde 2003 e participações em Libertadores têm sido apenas prêmios de consolação.

Recomendo:

Veja a reportagem do brilhante jornalista Bruno Furtado sobre a situação financeria do clube neste link.

0 comentários:

Postar um comentário

Últimos Comentários

Ocorreu um erro neste gadget

Notícias - COPA 2010

  © BLOG ULISSES MAGNUS - Blogger Design by Emporium Digital