POLÍCIA FEDERAL INDICIA PERRELAS!!!

quinta-feira, 20 de maio de 2010

A diretoria do Cruzeiro se limitou a publicar uma nota, em resposta à reportagem publicada pelo Jornal Estado de Minas, nesta quinta-feira.

A matéria diz:"o Deputado Zezé Perrella e seu irmão Alvimar Perrella foram indiciados por crime contra o sistema financeiro nacional em inquérito aberto pela Polícia Federal para investigar denúncia de enriquecimento ilícito".

"Como dirigentes do Cruzeiro, eles são acusados de lavagem de dinheiro e evasão de divisas na venda para o exterior do zagueiro Luisão, numa suposta negociação de fachada com um clube do Uruguai. E há mesma suspeita na venda de Ramíres".

Na nota, Zezé Perrela explica que tudo foi feito de forma legal. E que os sigilos bancários dele de outros diretores foram quebrados, 140 negociações investigadas e nada foi constatado de irregular.

Só faltou falar sobre o enriquecimento ilícito que é o objeto do indiciamento.

Longe de mim de ser leviano. Mas eu esperava mais explicações.

Ou a Polícia Federal e o Ministério Público não são instituições sérias?

Pela nota, achei que o trabalho de ambas foi tratado em nível de conversa de matilde.

Investigar disse me disse ? Denúncias anônimas, vazias ?

Ninguém da PF ou do MP vai se manifestar ?

Então, ficam sete anos investigando a vida dos outros, porque ouvir falar que fulano e cicrano se enriqueceram às custas do clube e só ?

A investigação se trata só de transações e ponto ?

As vendas de Luisão e Ramíres teriam sido as únicas irregulares ?

Ou a reportagem estava imcompleta ?

São tantas perguntas que ainda não consegui respostas.

É preciso saber para que não seja feita nenhuma condenação injusta.

Seja dos Perrelas, da Polícia ou do Ministério Público.

A torcida merece respostas, e quem paga seus impostos, quer ver se as suas instituições estão trabalhando direito.

0 comentários:

Postar um comentário

Últimos Comentários

Ocorreu um erro neste gadget

Notícias - COPA 2010

  © BLOG ULISSES MAGNUS - Blogger Design by Emporium Digital