PRESSÃO ALTA!!!

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Quase um terço do Campeonato Brasileiro já passou e o Atlético não dá sinais de melhora.

Valeu o empate contra o Avaí com dois jogadores a menos.

Garra e determinação são importantes. Um resultado conquistado do jeito que foi pode dar moral para seguir em frente.

Mas os erros de marcação do meio e a insegurança da defesa são medonhos.

É uma temeridade montar esse time em plena competição.

A campanha deste ano é semelhante a de 2005 quando caiu para a Série B.

Logicamente, a situação é diferente.

Desta vez os jogadores e o técnico são melhores.

Só para lembrar: Tite, Rodrigo Fabri, George Lucas, Evanílson, Amaral e outros.

E mais: o salário vivia atrasado. Um mês durava 60 dias.

O clássico do fim de semana seria o ideal para vencer e iniciar uma reação.

CRUZEIRO

O Cruzeiro não tem tantos problemas, porém tem os seus.

A exemplo da defesa do Atlético, tem um setor pavoroso.

Gil, Caçapa, Fabinho improvisado, não há torcedor e Fábio que aguentem.

Diga-se de passagem o goleiro falhou no segundo gol do Grêmio.

O meio-campo sem Gilberto e Roger é de uma burocracia irritante.

Fabrício não pode armar nem lona de circo. É bem intencionado, mas mal sucedido na criação das jogadas.

No ataque, Robert é um Wellington Paulista piorado. Que coisa...

Thiago Ribeiro vive de 'surtos'.

Não vou falar de Farias e nem Montillo que ainda vão estrear.

Cuca deu uma Adílson Batista escalando Jhonatam no meio, não tenha dúvida.

Que fique nessa.

Se não daqui a pouco estará no olho da rua.

O time do Cruzeiro é muito medíocre para que o treinador invente alguma coisa.

É melhor tentar tirar o melhor dos que estão lá.

Sem inventar.

Uma vitória sobre o Galo não deixa o grupo dos quatro melhores ficar distante.

Ou a briga será para disputar a Sul-Americana ?

Se perder o clássico, a pressão já vai começar a soprar no ouvido de Cuca.

ADÍLSON BATISTA

Era tudo que os grandes clubes que vão disputar o título do Campeonato Brasileiro precisavam.

A contratação do ex-cruzeirense pode complicar o Timão.

De técnico com potencial, Adílson passou a ser arrogante e mal humorado.

Tinha que colocar os pés no chão e se focar no trabalho.

Parar com teimosia. Reconhecer os erros.

Ter humildade.

Não achar que a imprensa quer derrubá-lo o tempo todo.

Agora, eu quero ver ele lidar com a pressão da Fiel.

Minas era café pequeno.

0 comentários:

Postar um comentário

Últimos Comentários

Ocorreu um erro neste gadget

Notícias - COPA 2010

  © BLOG ULISSES MAGNUS - Blogger Design by Emporium Digital